Se copiar textos, atribua os créditos. Os direitos autorais são protegidos pela lei n°9610/98, violá-los é crime.

domingo, 4 de março de 2012

Fácil falar.


Antes de deixar de dar um passo à frente, antes de desistir de fazer algo que quer, por medo do que os outros vão achar-pensar-falar, faça uma pergunta a si mesmo: “- Quais são as opiniões que importam pra mim?” E as considere, considere tão e somente estas opiniões, as opiniões de quem realmente se importa com você, e de quem realmente importa a você. É só isso que você tem que considerar. Não decepcionar as pessoas que se importam com você, e não decepcionar a você mesmo. É como diz aquele velho ditado: “Acerte noventa e nove vezes e você não vai escutar um elogio, erre uma única vez, e receba mil condenações.” E você vai ficar triste com isso, porque as pessoas realmente falam, as pessoas realmente julgam, e as pessoas realmente condenam, e muito. Pregando moral de cueca, mas elas fazem, porque enxergar o próprio umbigo é deveras trabalhoso, e exige certo esforço, então elas falam, falam, falam dos outros, porque exercer auto-crítica nesses casos deve ser insuportavelmente doloroso. Então o que eles fazem? Falam, julgam e condenam. Sem saber sob quais circunstancias agimos, sem saber se temos alguma razão pra agir como agimos. Julgar é fácil e vejam bem, de graça. E ainda machuca. Por isso é sempre bom acreditar, confiar e se importar primeiro com nós mesmos e em nós mesmos, o resto (salvo raras exceções, e cada um tem as suas) é resto.


“Não digo que todo mundo deva fazer a mesma coisa, e que isso é o certo. Na minha cabeça, certo é tudo aquilo que dá prazer da gente fazer.

15 comentários:

  1. Mas se a gente for consideração opinião de quem na vale a pena, não vivemos. Se tem uma coisa que tenho certeza é que nascemos pra felicidade, e que felicidade ha na opinião daqueles que querem nosso mal, que falam pelas gostas, nos julgam e reprimem, não é mesmo?

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto, mas não estou certa se tudo o que dá prazer é o certo..por exemplo, se você se drogar e ficar viciada, se você beber e ficar alcóolatra, se você fumar e virar fumante, são coisas que lhe dão prazer, mas que, ao mesmo tempo, tiram sua liberdade, causa prazer , mas, ao mesmo tempo, vai asfixiar seu cotidiano, pois vai causar sua dependência e te acorrentar, por isso, é preciso ver com cautela o que nos causa prazer, talvez, você se apaixone por um cara que lhe dá um super prazer na cama, mas te agride, te aprisiona, será que este prazer vale a perda da liberdade? Pense nisso, o prazer só é pleno e abundante quando não te toli a liberdade.bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A última frase na verdade é uma citação, acho que cada uma acha o que mais lhe convêm prazeroso, afinal o que pode ser certo pra mim pode não ser para os outros, é dessa forma que eu quis expor isso. Beijos.

      Excluir
  3. O resto é realmente resto, sempre acreditei nisso. Você falou e disse.

    Beijos queriida.

    ResponderExcluir
  4. Larissa,

    Depois do meu dia de hoje, posso resumir o que vivi nesta frase: “Acerte noventa e nove vezes e você não vai escutar um elogio, erre uma única vez, e receba mil condenações.”

    Até fiquei c/ os olhos cheios d´água... Belas palavras, na hora certa!!!

    Bjs e uma ótima semana!
    Fique c/ Deus!

    ResponderExcluir
  5. Mas reclamações também podem ser amigas da perfeição. Com elas, você poderá enxergar o que há de errado em si mesmo (talvez seja algo que você nem mesmo imaginava que existia como, por exemplo, uma mancha cega) e tentar se melhorar sempre. Defeitos todos nós teremos, errar todos nós erraremos mas não é por isso que deixaremos de nos melhorar. Também não precisamos sair por aí como loucos da perfeição nem ficar encucado com tudo aquilo que dizem sobre nós.
    Seja você, simplesmente.

    ResponderExcluir
  6. Pois é Lari, de certa maneira qualquer que seja a atitude que tomemos, vai ter sempre alguém pra criticar esta. O ser humano tem mania disso: dar palpite sem nem saber bem o porquê. E acredito sim, que os únicos palpites, opiniões e conselhos que devemos escutar é daqueles que é relevante pra gente , é daquilo que a nossa vontade ou nossa consciência nos mandam fazer.

    Beijo querida!

    ResponderExcluir
  7. E nada melhor do que fazer qualquer coisa com prazer!

    ResponderExcluir
  8. Amei o post!!! Botou sentimento nas palavras... SHOW!!! Bjos!!!

    ResponderExcluir
  9. Bem verdade. Criticar outra pessoa é muito mais fácil que enxergar nossos defeitos. Às vezes, sem percebemos, nós mesmos fazemos isso e podemos acabar magoando alguém. Mesmo sabendo que é extremamente feio, julgar sem saber o que se passa. Quando é conosco, achamos injustiça, choramos, ficamos com raiva. É um eterno ciclo, infelizmente. O que se pode fazer é, como você mesma disse, darmos importância para nós, em primeiro lugar. Assim fica um pouquinho mais fácil. Que lindo, pequena.
    Eu volto aqui... Escreva mais e continue encantando. Se quiser, invada meu mundo literário e deixe por lá sua opinião, também. Serás bem-vinda. Até mais, sim? Um beijo, @pequenatiss.

    ResponderExcluir
  10. Minha cara, como assim isso de nos abandonar? Apareça! Beijo!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Larissa!

    O Nina & Suas Letras em parceria com a Editora Arqueiro está sorteando um exemplar do livro “A linguagem das flores”, da escritora Vanessa Diffenbaugh.

    Para participar siga três passos:

    1. Curta a nossa página (https://www.facebook.com/NinaeSuasLetras) e a página da Editora Arqueiro (http://facebook.com/Editora.Arqueiro) no facebook;
    2. Compartilhe publicamente no facebook o post com as infomações do sorteio (https://www.facebook.com/photo.php?fbid=456268944383451&set=a.456268937716785.108952.454407267902952&type=1&theater)
    3. Clique no link https://www.facebook.com/NinaeSuasLetras/app_154246121296652 para confirmar a sua participação.

    O sorteio ocorrerá dia 25/06/2012 (segunda-feira), às 21h.

    DIVULGUEM PARA OS AMIGOS LEITORES!

    Um abraço,
    Nina

    ResponderExcluir
  12. "Que a cada manhã a sua coragem acorde bem juntinho de você, sorria pra você, e o convide para viverem uma história toda nova, apesar do cenário aparentemente costumeiro."

    Caio Fernando Abreu


    ...Que lindo este cantinho!!
    adorei aqui, e com certeza ficarei :)

    estou seguindo..
    retribui??

    beijos
    http://momentosdapathy.blogspot.com.br

    ResponderExcluir