Se copiar textos, atribua os créditos. Os direitos autorais são protegidos pela lei n°9610/98, violá-los é crime.

domingo, 5 de setembro de 2010

Se tu pudesse sentir.



Não me peça pra ser apenas um passa tempo, pois eu não sei ser isso, e não me peça para ser eternidade, também não sei ser isso. Para todo o sempre não existe. Não peça que eu parta, eu nunca soube ser a despedida, muito menos a chegada, então não me peça pra voltar.


Meio termo, por inteiro, infinito, chegada ou partida. Eu só precisava que tu não estivesse aqui, ♥.

22 comentários:

  1. Puxa vida!Que saudades daqui!Você sempre escrevendo demais!Que bel[issimo texto...Ninguém pode ser passa tempo de ninguém...há de se ter coração...

    beijos, menina mais linda!!

    Bia

    ResponderExcluir
  2. Sempre surpreendendo com seus textos, né? Lindos como sempre. Não deixe de escrever, ok? haha.
    Beijos http://memorias-escritas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. acabou de descrever minha situação! ;/

    ResponderExcluir
  4. Adorei seu blog, estou te seguindo e lhe dando dois selos no meu. Espero que goste. Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Não me peça pra ser apenas um passa tempo (...)

    CHEGA! eu não posso mais me contentar com migalhas, alguem pode avisar meu coração, que meus olhos estão ardendo demais pra continuar com essas lagrimas?
    não eu não posso mais

    ResponderExcluir
  6. Perfeito *-*
    uma escolha. Desencadeia outra escolha.

    ResponderExcluir
  7. Adorei! Qualquer pessoa pode ser "mais um" mas ser aquela que faz A DIFERENÇA... isso não é MESMO pra qualquer um.

    ResponderExcluir
  8. Mais, muito mais amor, for favor. . . é isso que eu sempre quis pensar, mas não sabia que havia uma forma. Você escreve lindamente. Parabéns.

    "Não peça que eu parta, eu nunca soube ser a despedida, muito menos a chegada, então não me peça pra voltar."

    ResponderExcluir
  9. marcante, lindo, muito verdadeiro, cada palavra (pelo menos eu concordo com voce, e me sinto assim) muitas vezes eu nao sei nem a chegada nem a partida, ou talvez eu ja tenha sido tudo isso, e agora nao mais.

    como sempre, amei, voce escreve mt bem! <3

    ResponderExcluir
  10. "Para todo o sempre não existe"

    ....a maior verdade de todas....

    ResponderExcluir
  11. A vida é mais ou menos assim...
    não me peça...
    não exija...
    eu faço...
    o que tenho em mente mesmo...

    Beijos

    Adorei seu blog...

    Leca

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem!
    Meu nome é Paulo Freitas sou responsavél pelo portal de música gospel (www.musikar.com.br) estou lhe convidando a fazer parte da nossa lista de parceiros e ajudar a divulgar o portal MUSIKAR, adicione nosso banner (pegue na nossa pagina inicial) e nos avise em seguida que adicionamos um link apontando para seu site em nossa lista de blogs parceiros.
    Parceria que ajudará ambas as partes!

    Desde Já agradeço pelo sua atençâo.

    ResponderExcluir
  13. eu simplesmenteeee amei o texto ! simples e ao mesmo tempo tão profundo !

    beijos !

    ResponderExcluir
  14. Tirar da mente, que tá no coração é uma escolha sempre arriscada - e dificílima. Porém, acho que com o tempo, tudo sara, se resolve e toma jeito.
    Beijoca, flor!

    ResponderExcluir
  15. sempre (d)escrevendo perfeitamente bem, belíssimo blog, visito faz algum tempo já, mas agora que deu tempo de comentar haha
    ótima semana pra você, beijos.

    ResponderExcluir
  16. Axeii lindo, mas axei triste ao mesmo tempo.
    =/
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Ahhhh! Que saudade de me ler aqui!
    "meio termo". Me sinto exatamente assim, um meio termo, uma confusão de pensamentos e indecisções. Perfeito como seeempre Lari! Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Ah Lari, tem selinho pra você no meu blog. Beijo grande!

    ResponderExcluir