Se copiar textos, atribua os créditos. Os direitos autorais são protegidos pela lei n°9610/98, violá-los é crime.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Hello stranger.



E eu? Eu... Sinto muito, por não sentir mais nada.

29 comentários:

  1. "Sinto muito, por não sentir mais nada."

    Adorei rs.

    Nada que você quisesse sentir agora..

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado como parece que as pessoas vivenciam histórias semelhantes! Muito bom esse texto! bjoss

    ResponderExcluir
  3. Texto perfeito.
    Medo, medo, medo.
    É só o que ele gera: Histórias inacabadas!

    ResponderExcluir
  4. Larissa

    Não canso de dizer que seus textos parecem que eu que escrevi.
    Você me levou as lagrimas com este texto, pois narra exatamente o que eu estou vivendo nesse momento.
    É duro as vezes lamentar que “estive tanto tempo aqui”... e foi tanta vida em vão...
    Mas temos que partir... infelizmente!

    Amei, amei, amei...

    Um beijo, e obrigada por passar no meu cantinho!
    Danni

    ResponderExcluir
  5. Acabo de descobrir que teu nome é Larissa.

    Temos a triste mania de ignorar as sobras. E é por isso que temos aquela nítida sensação, quando terminamos um relacionamento relativamente longo, de que não sobra nada de nós que não tenha ido com o outro. Triste mania. Somos tantas sobras, tantas... Aí quando redescobrimos elas, quase não acreditamos que éramos assim. Também não acredito no fim. Fim é sempre uma ilusão. Como somos capazes de colocar fim e alguma coisa sem que deixemos de viver? Fim é a morte, só ela. Enquanto houver vida, Larissa, não acho que haverá fim... E é por isso, também, que sempre nos surpreendemos quando encontramos algum amigo, companheiro, antigo: nos enganamos dizendo que estamos conhecendo outra pessoa pra não ter que lidar com o erro de ter pensado algum dia no "fim" de alguma coisa. Sempre nos surpreendemos.

    Beijo, querida! Vou começar a acompanhar teu blog.

    ResponderExcluir
  6. "E eu? Eu... Sinto muito, por não sentir mais nada."
    Muito bom esse texto. Ninguém deve se menosprezar diante de nada, porque só vemos o que somos, verdadeiramente, com a força que encaramos os desafios, o amor.

    ResponderExcluir
  7. "Um dia tu vai entender que isso que tu sente pode ser tudo, menos o que tu pensa que é. "

    pqp, que perfeito esse trecho! pareçe até um texto feito pra mim rsrs

    AMEI demais aqui. Seguindo você, segue flor?
    beijinhos ;*

    ResponderExcluir
  8. Que mulher decidida. Amei o texto. Principalmente o finalzinho.

    ResponderExcluir
  9. "Nós não vamos saber como essa história termina, porque tu teve medo de começar ela. Lembre-se, o medo foi todo teu. Mas tudo bem, talvez um dia tu aprenda a não ter medo de tentar.
    E eu? Eu... Sinto muito, por não sentir mais nada."

    caramba mina :oooooooooo que impacto esse final, nossa, amei, AMEEEEEEEEEEEI!

    ResponderExcluir
  10. Nossa, simplesmente ameei!
    Final muito impactante e profundo.
    Se encaixou perfeitamente na minha situação..
    amei mesmo

    beijos :**

    ResponderExcluir
  11. Uaaaaaaaaau.
    Aposto que com essa ultima frase, quebrou ele.
    Adorei o texto, muito bom!
    Adoro todos os seus textos, se for pensar, né. asuhashduhasd

    beijos, guria.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. "Nós não vamos saber como essa história termina, porque tu teve medo de começar ela. Lembre-se, o medo foi todo teu."

    Me leio aqui, leio minhas vivências, minhas histórias...
    Realmente, não é verdade quando achamos que somos nós quem perdemos mais, a verdade é que os dois perdem, perdem muito. Nós perdemos alguns momentos que não vamos viver, mas pelo menos nós buscamos vive-los, e eles? Eles perdem a oportunidade que damos a ele. O amor é tão complicado... Mas é essêncial.

    Viajei nas palavras agora, mas espero que tenha entendido meu comentário, rs
    Beijo Lari :*

    ResponderExcluir
  14. Não estamos nesta vida para competirmos...pois ela não pode ser uma batalha...

    E só somos o que somos, por conta de tudo o que já vivemos, e se consegues já não sentir mais nada: VIVA!!!!

    beijos com meu carinho de sempre!

    Bia

    ResponderExcluir
  15. Gostei muito daqui.
    Te sigo!

    um beijão

    ResponderExcluir
  16. '"Nós não vamos saber como essa história termina, porque tu teve medo de começar ela.'

    Caaaaaaraca, é por isso que eu passo.. vivo essa história..contudo.. o pior é que se tudo dependesse de mim, seria algo bem melhor. ELES complicam tanto as coisas :/


    COOOOMO SEMPRE, amei o post ! poxa, segue lá no meu, adoro tuas visitas lá em meu blog amor *-*


    Beijos, e novamente parabéns pelo texto *-*

    ResponderExcluir
  17. E o medo, como sempre interferindo em nossas vidas. Adorei o texto *-*
    beijos

    ResponderExcluir
  18. AMIGA SEU BLOG É LINDO!!!EU AMEI O POST.ESSE POEMA É TOCANTE E FORTE AO CORAÇÃO.NUNCA SE DEVE TER MEDO DE COMEÇAR...TEMOS QUE IR EM FRENTE.PARA SABER O QUE DE FATO VAI DAR.MAS SEU NÃO SINTO MAIS NADA QUE VC.SIGA SUA VIDA EM PAZ.UIIIII!!!QUE LINDOOOO!!!PARABÉNS ÉS UMA MENINA DE ALMA ENCANTADA.BEIJOS QUERIDAAA!!!

    ResponderExcluir
  19. Nossa, incrivelmente parecia que eu precisava ler esse texto. Li tudo que eu precisava saber por hoje ... Me identifiquei demais com ele :)

    Amo seu blog e seus textos :)

    ResponderExcluir
  20. Oii tudo bem? Adoreei seu blog *-*
    tô passando pra deixar nossa marquinha e lhe convidar para conhecer nosso o nosso.. (:
    beeijOs

    Deluxe

    ResponderExcluir
  21. Há tantas possibilidades, Tantos caminhos diferentes pra se seguir, tantas coisas para aprender, e é triste quando por medo de mudanças, ficamos estagnados no mesmo lugar.

    Parabéns, Larissa.
    Adorei tudo aqui.

    ResponderExcluir
  22. Lindo Lari.
    Estou vivendo uma fase tão semelhante.Só que o medo de tentar anda sendo meu.
    Tentar é arriscado, mas é preciso.

    bj!

    ResponderExcluir
  23. "Nós não vamos saber como essa história termina, porque tu teve medo de começar ela. Lembre-se, o medo foi todo teu."
    Nossa, sei exatamente como é isso, mas enfim como dissestes: as coisas mudam.
    Ser fazer de vítima, se perder em solidão não dá em nada, o lance é seguir em frente mesmo, porque tudo passa. As pessoas aprendem, umas da melhor forma e outras nem tanto, ams sempre aprendem.

    Beijo :*

    ResponderExcluir
  24. Não sei nem o que te falar depois desse texto. Acho que você conseguiu descrever um sentimento que toda garota já teve e não achou palavras pra expressar . perfeito !

    ResponderExcluir
  25. ai... doeu heim
    doeu em mim.

    e mais uma história sua que me vejo dos dois lados
    do que tem medo
    e do que tentou.

    uns joguinhos idiotas do tipo... quando eu quero ele não quer
    quando ele quer eu não quero
    eu sei eu sei...
    ridículo mas é como tenho passado.
    enfim...

    tua história me doeu dos dois lados.

    beijos

    ResponderExcluir
  26. legal o blog
    =)

    http://dpsdosvinte.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  27. Muito lindo o texto, realmente ninguém deve se menosprezar por ninguém. Ela pode ser bem pior ou igual a você. Perfeito!
    Tô ti seguindo, se quiser dar uma passadinha:
    http://suaultimasaida.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  28. Admiro muito o seu blog, sempre que posso, eu passo por aqui. Bjus.

    ResponderExcluir
  29. "sinto muito por nao sentir mais nada" mais uma vez teut exto humilhou..

    sem palavras!

    ResponderExcluir