Se copiar textos, atribua os créditos. Os direitos autorais são protegidos pela lei n°9610/98, violá-los é crime.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Mil vidas você.


Ele é forte, já passou por cada uma, vai sair dessa. Claro que sim, eu pensei, mas em súbito lembrei que um dia, os fortes também desabam.


Você ficaria dias ali por mim, esperando sentadinho na frente do portão, olhar baixo e respiração ofegante, era assim e sempre foi. Avistasse a minha chegada, era uma faceirice só, também não seria para menos, quatorze anos de convivência, companheirismo mesmo, sem pestanejar em momento algum. Levava-me até a porta da escola, e quando eu saia, lá estava você novamente, me esperando. Corria rua comigo, apesar de menina, sempre fui moleque. Lembro à tardinha, com livro em mãos concentrada na minha leitura, pensando estar sozinha, viajando entre as linhas e as histórias, você estava do meu lado, em silêncio, mas estava ali, muitas vezes apenas esperando por um misero carinho meu, nem sempre dado, mas você esperava. Que sentimento ruim esse de quase perder e depois recuperar, porque são naqueles minutos de coração disparado, onde a adrenalina toma conta, que você não sabe se sai correndo se esconder e chorar ou se fica e luta. Vai à luta! Aí a gente fica pra lutar, e agarra a coisa com as mãos, e vê as chances uma a uma escorregando entre os dedos, imagina coisas, imagina milhares de coisas, frenesi total. Medo. Até que você enxerga uma das chances querendo ficar, agarra com a ponta das unhas, com todas as forças que tem nos dedos, e não a deixa escapar. Ela está ali, e ela é sua. Mas é essa sensação de quase ter perdido que deixa o gosto amargo na boca esse mesmo gosto que se engole seco, porque você percebe que enquanto tudo estava de certa forma bem, enquanto não houve o risco, enquanto não foi passado o susto, você agia apático em relação a quem te ama em relação a quem está perto de você. E então eu digo que não é preciso você perder, ou quase perder pra APRENDER a dar valor. Dê um abraço especial e sincero hoje, mesmo que seja de despedida.


Imagem Por: Ygor Marotta.

18 comentários:

  1. Que texto lindo! Lembrei de um cachorro que tive, era assim também, sentava no murinho pra desenhar enquanto ele vinha e ficava ali deitadinho em mim. Quanta saudade! Ficou ótimo, parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Amei muito o texto, parabéns! :') Me fez pensar no meu cachorro e em outras coisas também... beeeeijos

    ResponderExcluir
  3. Lembrei do meu falecido Pingo :~
    nossa deu saudade.
    e vou cuidar do meu Frederico, ele sempre bem de mim!
    Lindo texto Larissa! ♥

    ResponderExcluir
  4. Cara, tu tens o jeito de nos emocionar. E isso ocorre porque escreves o que sentes, e sentes ao escrever. Seus textos provocados, motivados por sua emoção, puro sentir. Acho que é assim comigo também, já me falaram isso. Muitas vezes escrevo e enquanto escrevo as lágrimas caem, deve te ocorrer o mesmo. Beijaço.

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante o blog !
    Deixo o meu aqui caso queira dar uma olhada, seguir...;

    www.bolgdoano.blogspot.com

    Muito Obrigada, desde já !

    ResponderExcluir
  6. uau, muito lindo o texto, me fez lembrar da minha cadelinha Duquesa :')
    parabéns!
    beijos!

    ResponderExcluir
  7. O texto em si já nos conduz com grande sensibilidade, agora já a última frase nos leva a uma reflexão tão verdadeira e infelizmente pouco praticada por muitos.

    Grande beijo Lari!

    ResponderExcluir
  8. Esse texto mexeu tanto comigo que quando li, no dia seguinte acordei pensando nele. Muitas reflexões a respeito de pessoas tão queridas, amadas, em minha vida, vida esta que deixo passar e... será que estou aproveitando a chance incrível, inédita, a oportunidade única, de cada segundo que Deus me concede ao lado destas pessoas ?
    Pois é.
    Mostrei este texto ontem para minha filha, e outros textos deste inacreditável blog desta incrível menina Larissa. Minha filha adorou e as lágrimas molharam seu rosto.
    Beijos no coração de todos.

    ResponderExcluir
  9. que coisa mais linda Larissa
    é realmente muito difícil a gente da valor na real dimensão que as pessoas... animais... seres são de importância para nós.
    a gente tem que se vigiar a todfo tempo
    se fazer perceber
    se dar conta
    é pq a gente vive o tempo todo a só olhar e não ver...
    pq quando a gente vê a gente sente junto


    beijos

    ResponderExcluir
  10. Vez ou outra penso esse tipo de coisa. Que enquanto tudo dá certo, nós estamos felizes demais pra perceber o quanto tudo está no seu devido encaixe. É só uma peça se deslocar pra construção cair e, de repente, nos darmos conta de tudo que nunca vimos. Ficou lindo!

    =*

    ResponderExcluir
  11. Somos mesmo assim. Muitas vezes só começamos a lutar quando a batalha está quase no fim, só pensamos em não perder quando já está praticamente perdido; e nesse momento, a dificuldade é dobrado. Só então percebemos que, se fizessemos antes o que estamos tentando fazer agora às pressas, seria bem mais fácil.
    Você SEMPRE me toca muito Lari! Suas palavras, minhas emoções!
    Beijo, se cuida flor!

    ResponderExcluir
  12. Li alguns de seus textos.Gostei muito e adorei seu blog.Estou seguindo.Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Quero bloquear o blog a pessoas de convivio pessoal... Afinal, isso pode causar um certo constrangimento... Quero poder fazer o que quizer aqui, sem que pessoas que vejo com frequência, me critiquem ou me olhem de maneira diferente... Mande seus e-mails para meu e-mail [debora.mcs@hotmail.com] dizendo o link do blog e o assunto em questão. Assim as adicionarei para que possam continuar a ver o meu blog. Love You
    ♥ Stay Strong.

    ResponderExcluir
  14. A gente so dá valor quando perde!

    ResponderExcluir
  15. que texto lindo!senti sentimento em cada linha...não deixe de escrever, seus textos são lindos! :)

    ResponderExcluir
  16. Quando as coisas estão muito perto tendemos a não enxergar ou a destratar. devemos mesmo é olhar com mais carinho para tudo que nos rodeia e valorizar sem esperar a perda.Parabens querida, seu blog é muito gostoso de ler conheci agora e já sou seguidora, bjs flor.

    ResponderExcluir